segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Não vou mentir... foi difícil!


Custou-me muito... custou e ainda custa!
Um clássico frente ao Porto é sempre um jogo difícil, pelas razões óbvias. 
Nos últimos anos a malta aprendeu a moderar bem as suas expectativas face a uma equipa que andava em altas em contraste com um Benfica que tardava em acertar.

Os tempos mudaram e os papéis inverteram-se.
A magnífica série de jogos do glorioso em contraste com o actual desnorte do Porto, fazia-nos crer que só uma ecatombe nos poderia roubar os 3 pontos.
A dada altura, a dúvida já não era se o Benfica ganhava.. era mais se ganhava por 1 golo, por 2, por 3...

Não estávamos preparados para isto...

Desde que me lembro de ver o Benfica, foi um dos jogos que me custou mais perder (mesmo assim sem comparação para o jogo do título em 2012/2013), porque a fasquia estava muito elevada. A consequência disso foi que o trambolhão foi enorme...

Para ajudar à festa, marcámos primeiro, numa bela jogada! 'Nada podia correr mal' - pensei eu ingenuamente...

Foi duro, muito duro...

Isto é apenas um desabafo de alguém a quem esse jogo tem tirado o sono...

Mas pronto, como li algures: 'Quem não apoia nas derrotas, não serve para festejar as vitórias!'

Vamos lá levantar o astral!

Temos de arrumar com os russos em casa e fazer um bom jogo na capital do móvel!

O que lá vai lá vai.

6 comentários:

  1. Mais difícil Ainda vai ser ver o Ricardinho com a camisola do sporting. Se não nos começarmos todos a mobilizar é o que vai acontecer, o nosso presidente a dormir nesta situação e vamos deixar um símbolo do clube ir para os lagartos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O empresário já disse que ele tem 3 ofertas muito boas. Nunca irá para os lagartos por todas as razões.

      Excluir
  2. O RICARDINHO BLÁ BLÁ BLÁ ,, ENTÃO NÃO FORAM ESSES BATOTEIROS VERDES QUE LHE METERAM PROCESSOS ATE NO TAD e agora vai pros batraquios de graça não

    ResponderExcluir
  3. Não creio que Ricardinho vá para o Sporting. Mas eu já nem digo nada...

    ResponderExcluir
  4. "Nada podia correr mal". Foi aí que morremos porque ficámos todos, todos, todos convencidos que eram favas contadas. Aí fiquei logo de pé atrás e pensei que se não marcássemos um 2º golo, matando o jogo, íamos abaixo…

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí está. O excesso de confiança foi um problema, assim como a falta de eficácia

      Excluir