segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Nacional 1-4 Benfica

11' de início: César, Almeida, Jardel, Lisandro, Eliseu, Fejsa, Sanchez, Carcela, Pizzi, Jonas(3), Jiménez
Entraram: Guedes, Talisca e Mitroglou(1)

Jogo interessante do Benfica. Para os que tiveram oportunidade de ver, foi um bom espectáculo de futebol.

Em tempos de crise, tudo e todos se aprontam a indicar culpados.. as acusações acabam por, inevitavelmente, recair sempre sobre os mesmos.
Acho o Rui Vitória um bom treinador. Tivemos alguns jogos menos convincentes. E então?

Geralmente as primeiras voltas dos campeonatos são sempre piores que as segundas. O importante é ver que há progresso. E há, sem dúvida. Se as primeiras voltas já por si costumam ser medianas, ainda pior quando se muda de treinador e praticamente não se faz pré-época. Tivemos um pouco de azar em alguns encontros, assim como também ganhámos alguns confrontos em que merecemos menos. É assim o futebol.

Recordemos a época transacta: podemos dizer que tivemos um Benfica demolidor? Não, longe disso. Vimos um Benfica fazer muitos jogos medianos, tendo a tal estrelinha em alguns, um Benfica a fazer uma campanha europeia péssima. Será justo considerar que as coisas pioraram este ano? A equipa dá claros sinais de estar viva. Está em plena luta na busca do 'tricampeonato', está nos oitavos de final da Champions com grande mérito.
Estou com uma 'fezada' que a segunda volta vai mostrar um Benfica fortíssimo. Nos últimos 10 jogos, perdemos apenas uma vez. É o chamado progresso.

Sobre o jogo.. gostei muito. Entrámos mais fortes, a praticar um futebol positivo e a criar ocasiões. Ao intervalo vencíamos com mérito, apesar de achar que a margem podia ser maior. Com alguma surpresa e 'aselhice'  à mistura, os madeirenses empataram. Que lance caricato, a sério.. só visto! 
O Nacional havia entrado mais forte e havia marcado. Motivo de preocupação? Sim! Mas Jonas disse: PRESENTE!

O 2-1 surge numa boa desmarcação de Jiménez, que assiste de primeira e com classe Jonas Pistolas, que finaliza também ele de primeira e com classe!
Gosto muito das dinâmicas ofensivas que o mexicano traz à equipa. Desmarca-se muito bem! Hoje as bolas não lhe chegaram nas melhores condições.. ou não chegaram de todo!

O 3-1 traz tranquilidade e a partir daí o jogo arrefece, naturalmente. Apesar de estarmos a gerir o resultado, continuámos a mostrar pendor ofensivo. Surge o 4-1, já no final, a pôr justiça no resultado, na minha opinião. Vitória deliciosa num terreno tradicionalmente difícil.

O nevoeiro ainda ameaçou aparecer.. mas ficou-se pelas ameaças. 
Porquê a insistência em marcar jogos para a noite na Choupana? A sério..
Fora isto, o relvado também deixou um pouco a desejar.. muito escorregadio e com muitos 'socalcos'.

O homem do jogo acaba por ter de ser inevitavelmente o pistoleiro. Afinal de contas, fez um hat-trick!
Contudo, é um pouco ingrato para o Fejsa, que fez para mim, um jogo impressionante. Dos melhores que já fez de águia ao peito. Assertivo defensivamente e a pressionar os adversários, ganhando bolas difíceis, em bons locais para iniciar rápidos contra-ataques! 
Carcela foi novamente, um dos elementos mais desequilibradores! Assim de repente, passou de besta a bom jogador!

Só mais uma estatística para a posteridade: Jonas é responsável por 42% dos golos do Benfica! Impressionante!

É este o Benfica que quero continuar a ver.. um Benfica cada vez mais maduro e esclarecido!

Segue-se o Estoril, em mais um jogo fora de portas.

Carrega Benfica!

Nenhum comentário:

Postar um comentário