quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

À meia dúzia é mais barato

Benfica 6*0 Marítimo

Equipa inicial: César, Almeida, Lisandro, Jardel, Eliseu, Fejsa, Sanchez, Carcela, Pizzi(2),Jiménez(1), Jonas(2).
Entraram: Guedes, Talisca (1) e Mitroglou

Entrámos bem, a pressionar. O Marítimo apresentou-se com uma postura de jogo positiva, com linhas subidas. 
Após grande oportunidade desperdiçado por Jiménez, o Marítimo começou a crescer. De tal maneira, que chegaram a ameaçar fazer o 0-1 por 2 vezes. Isto não aconteceu e o Marítimo acabou por ser penalizado por ter as linhas tão subidas. O Benfica faz o 1-0 e após isto, não há mais jogo simplesmente. O 3-0 surgiu num ápice e na segunda parte, quando o Marítimo ainda aspirava fazer qualquer coisa, surgem mais 2 golos que deixam os madeirenses de rastos.

Carcela foi impressionante. Porque é que não joga mais vezes? Raúl, apesar de alguma falta de inspiração em frente à baliza, é um trabalhador incansável. Durante o jogo fez inúmeras desmarcações e deu muito à equipa. Pizzi vem crescendo a passo largo na equipa principal e hoje assinou o primeiro bis de águia ao peito.

Não há muito a dizer sobre este jogo... os primeiros golos surgem de jogo lateral, coisa que o Benfica raramente faz. Quantas vezes vimos o lateral ou o extremo a ir à linha cruzar? Quase nunca. Hoje fizemos isso e os resultados estão à vista de todos. Não podemos afunilar o jogo e restringir a circulação de bola à parte central do terreno.

Mas pronto, quando se ganha 6-0, nunca há nada de mal que se possa apontar à equipa. Rui Vitória montou bem a equipa e acabamos por entrar com o pé direito em 2016, naquele que foi o primeiro jogo na nossa catedral.

Vamos esperar que os rivais escorreguem.

Só gostaria de relembrar, que a tal equipa que não joga nadinha, acaba de reforçar o estatuto de equipa mais concretizadora da prova, com mais 6 secos.

Saudações Benfiquistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário