terça-feira, 18 de agosto de 2015

Atualização(pré-época, supertaça, liga)

Aqui estou eu de volta, vamos a ver se desta é de vez...

Comecemos pelo estágio de pré-época: a pré-época do Benfica teve apenas um objetivo - ser lucrativa. Não se pode pedir aos jogadores, ainda a recuperar a forma física, que vão para as Américas jogar em condições adversas e que façam exibições maravilha... Resultado: 0 vitórias na pré-época, mas mais grave ainda, preparação: ZERO!!


Supertaça:

Equipa ainda sem norte, muito mexida, à procura de se encontrar... vitória justa do Sporting. Convenhamos: passámos o jogo todo a ver jogar! Contudo, via-se ali uma luzinha na ala direita, no sector mais recuado... hum..
 
Liga:

Momento de todas as dúvidas ou todas as certezas... por esta altura já toda a gente questionava a habilidade do Rui Vitória para gerir a equipa, os mais pessimistas diziam que íamos lutar pelo 3º lugar (nunca se sabe...).
Ao intervalo, se já haviam inseguranças relativamente à equipa, essas inseguranças relativamente passaram a atestados de incompetência..
Convenhamos: sem ser a bola na trave, passámos os 1os 45 a ver passar navios.
Na 2a parte, começámos ainda pior! Salvador Júlio César! Por mais que uma vez... mas ainda há dúvidas que é o melhor guardião a actuar em Portugal??
A equipa não tinha imaginação, os sectores estavam partidos e distanciados.. não havia conexão! Por estranho que parecesse, o Estoril controlava bem os espaços e não estando com uma postura defensiva, não cedia espaços (ou o Benfica é que não os sabia encontrar). Detestei o meio-campo.. Fejsa que já deu provas de ser uma excelente opção, só fez asneiras e mais grave ainda, Pizzi esteve irreconhecível (todos os jogadores têm dias menos bons!). Entrou Talisca e Victor Andrade e eu pensei: vai de mal a pior.. estamos sem banco!
O que é certo é que engoli logo o que disse! Talisca revolucionou o jogo, encontrou espaços e desequilibrou como Pizzi nunca conseguiu fazer (eu que nunca fui defensor de ver o Talisca a jogar a MC, fiquei parvo com o que vi!). Victor Andrade trouxe uma dinâmica à ala direita como ainda não se tinha visto nestes últimos jogos. O facto de ter jogado na B com o Nelson Semedo, faz com que os dois joguem de olhos fechados um com o outro (um pouco como acontecia com Salvio e Maxi).
Rui Vitória tem o mérito dos 3 pontos porque mexeu e mexeu bem. Viu o que faltava à equipa e corrigiu assertivamente o problema. Ao contrário de outros, não se limitou a fazer substituições a 1 minuto do fim (sim JJ, esta é para ti...).

Novidades na equipa:

Não posso deixar de dizer que até agora, a surpresa mais agradável deste 'novo' Benfica, foi a inclusão no 11 do nosso Nelson Semedo! Tem tudo! É irreverente, é bom a atacar, recupera bem quando é para defender..
Victor Andrade e Gonçalo Guedes também podem ser excelentes armas a introduzir na equipa. Também gostava muito de lá ver o João Teixeira!
 
Fomos buscar o Mitroglou, que vem de uma série de épocas fantásticas e o Jiménez que vem por valores exorbitantes (9M€ por 50% do passe) e ainda não sei se vale esse dinheiro todo, mas veremos. 
Com estas contratações, Jonathan parece ter perdido espaço na equipa, o que eu não queria que acontecesse de todo! Mitroglou, Jiménez e Jonas são mais para jogar na área. Jonathan é aquele avançado trabalhador, 'vagabundo' de que o Benfica precisa.. Não precisamos de jogar com dois pontas, mas sim com um ponta e outro avançado a trabalhar e a arranjar espaços! Mas veremos..

A equipa ainda padece de mais soluções, nomeadamente de um médio centro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário