quinta-feira, 31 de julho de 2014

Benfica 0-2 At. Bilbao

Equipa inicial: Artur, Maxi, Sidnei, César, Eliseu, Almeida, Talisca, Gaitán, Salvio, Lima, Cardozo.
Entraram: Paulo Lopes, Cancelo, Benito, L. Felipe, Teixeira, Lindelöf, Bernardo Silva, Bebé, Ola John, Candeias, Jara, Derley e Nélson Oliveira.
Formação: 4x4x2

Mau jogo. Primeira parte, segunda parte, pouco se aproveita. Talvez se deva ao cansaço de fazer 2 jogos em 2 dias.


A verdade é que nunca nos conseguimos superiorizar e pegar no jogo.
Tivemos sempre muita dificuldade em ter posse de bola frente a um adversário, que apesar de ter menos 1 jogo de preparação, nota-se que já está bem mais adiantado, muito devido à manutenção do seu plantel. Recordo que de peso, apenas se regista a saída do Herrera para o Man. United.

No primeiro tempo, não me lembro de um período de supremacia por parte do Benfica.
No segundo tempo, voltámos a entrar melhor, à semelhança de ontem, mas essa melhora foi meramente temporária.

Este desempenho justifica-se através de exibições individuais que ficaram aquém do que os jogadores têm feito, lá está, devido ao acumular dos jogos.

O meio campo nunca foi capaz de pegar no jogo. Nem Almeida e Talisca numa primeira instância, nem Teixeira (que esteve pouco tempo em campo), nem Lindelöf, nem Bernardo Silva posteriormente. Talisca que fez até agora o pior jogo com a camisola do Benfica. Nunca atinou com o jogo.

Defensivamente, os alas voltaram a deixar-me satisfeito. O Sidnei e o César é que parecem não atinar um com o outro. O Sidnei ainda tem mostrado serviço, mas já o César ainda não me convenceu nem de perto nem de longe. Pouco decidido, com falta de confiança, falha nos momentos cruciais.
De resto, tenho que sublinhar que ambos os golos dos espanhóis surgem de erros primários defensivos. No primeiro, o jogador, à semelhança do jogo com o Marselha, aparece solto e a cabecear à vontade. Artur defende para o poste e a equipa fica toda sem reacção,  ficando tudo parado, enquanto Aduriz encostava tranquilamente para dentro das redes.
No segundo golo, Beñat aparece à entrada da área, vindo de trás e sem marcação e remata à vontade, fazendo golo.
Ainda há aqui uns bons pormenores a afinar, sem dúvida.
Lamento que ainda não tenhamos Luisão, Lisandro ou Jardel. Fazem falta, César e Sidnei estão a acumular muito tempo de jogo.
Espero que estejam aptos na fase 'a contar'.

No ataque, não há nada a registar. Jogo muito fraco na frente. Na primeira parte, Gaitán ainda foi o mais inconformado, tentando remar contra a corrente mas sem efeito. De resto Salvio mal se viu, Lima também, Cardozo vai cada vez mais confirmando a minha teoria de que não se encaixa neste estilo de jogo do Benfica que necessita de um ataque muito móvel, a subir e a descer constantemente. Jara voltou a confirmar alguma irregularidade. Derley pouco apareceu e Nélson Oliveira teve pouco tempo de jogo. Irraizoz foi um mero espectador.
Gostava de frisar que este dia mau do ataque é justificado por um meio campo que não funcionou.
Se o meio campo não funciona como é que as bolas lá chegam à frente?

Foi um teste um pouco mal conseguido. Apesar do cansaço, sei que se podia ter feito mais.
Agora, é um dia de descanso e mais 2 dias seguidos de alta competição!

Não pára! Esta opção de preparação tem a sua lógica. Que melhor maneira há de ganhar ritmo competitivo?
Uns testes valentes assim são o que faltou à selecção na preparação do Mundial! 

Benfica: Mais um jogo de preparação | Portugal Sub-19: Final do europeu hoje frente à Alemanha

Benfica: 

O Benfica tem hoje mais um jogo de preparação. É frente ao At. Bilbao, um adversário que decerto nos irá pôr mais dificuldades do que o Sion.
O jogo é às 18h30 e tem transmissão na Benfica TV.

Portugal:

Para os mais distraídos, saibam que a nossa selecção Sub-19, disputa hoje a final do europeu frente à Alemanha.
Portugal chega a este patamar após afastar a Sérvia nos penaltis, na fase anterior.
Não deixa de ser algo curioso visto que o ano passado fomos afastados nas meias pela Sérvia e também nos penaltis!

Estes meninos são o futuro da nossa selecção principal, por isso, tudo a dar apoio!

O jogo vai ser realizado em Budapeste (Hungria) e vai ser transmitido na RTP1 às 18h00.

Força Portugal!

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Benfica 2-0 Sion

Equipa inicial: Artur, Maxi, César, Sidnei, Eliseu, R. Amorim, Talisca, Gaitán, Salvio, Jara (1), Lima.
Ainda entraram: Paulo Lopes, L. Felipe, Lindelof, Benito, J. Cancelo, A. Almeida, J. Teixeira(1), Ola John, Bebé, N. Oliveira e Derley.
Formação: 4x4x2

A qualidade voltou a surgir, mas deste vez o resultado foi diferente.
O Sion até pode ser uma equipa com menos nome, mas não esqueçamos que é uma equipa

que já fez 11 jogos (se não estou em erro), entre os quais, 3 oficiais.

Colectivamente:

A nossa equipa surgiu com grande ímpeto ofensivo, especialmente no segundo tempo.
O Sion nunca foi uma equipa que criasse grandes problemas. Excepção para 2 bolas de golo de Karlen que Artur defendeu muito bem. Ainda foi um pouco notória a falta de intrusamento entre Sidnei e César, contudo, pareceu-me que Sidnei esteve bem melhor do que o companheiro. 

A primeira parte decorreu sem grandes incidentes e ao intervalo já podíamos estar a ganhar por mais do que um golo de diferença. Destaque para a posição onde surgiu Gaitán. O argentino surgiu a 10, deixando o corredor esquerdo todo para Eliseu, que preencheu bem os espaços.

Na segunda parte, os jogadores que entraram, deram uma nova dinâmica à equipa, proporcionando aquele que para mim foi o melhor período da equipa.
Logo aos 50 min, J. Teixeira marcou, após grande abertura de Bebé para Derley e o ex-Marítimo a oferecer o golo ao jovem médio português. 
Esta segunda parte foi um mar de ocasiões, ora Teixeira, Derley, Nélson, Bebé, enfim... a falta de eficácia ainda é definitivamente um ponto a corrigir.
Neste 2º tempo, tenho que destacar francamente Bebé e Teixeira. Bebé, à menos de 1 semana no clube, faz uma exibição de encher o olho, ora assistindo os colegas, ora aparecendo em zonas de finalização. Parece estar a assimilar bem as instruções do JJ.
Teixeira, hoje actuou mais a 8. Já a 6 me tinha parecido francamente bem, mas nesta posição mais avançada fez estragos! Que bem que esteve. Não consigo evitar a comparação ao André Gomes, têm um estilo de jogo parecido. Sem dúvida que nos pode vir a dar muito.

Sinceramente, fiquei satisfeito. Os jogadores parecem estar a assimilar bem o que se pretende deles, dando para ver que já há um maior entrosamento entre eles. Na 2ª parte até houve tempo para as lindas triangulações!!
Estamos a construir uma boa equipa.

Individualmente:

Artur: Numa altura em que é tão questionada a sua posição, deu a melhor resposta possível, fazendo 2 excelentes defesas.

Maxi Pereira: Não envelhece. Veio trazer experiência e sabedoria à equipa. 

César: Pouco esclarecido. Um dos reforços que ainda me deixa mais reservas. Com o tempo de jogo, foi melhorando.

Sidnei: Quando muitos já não contavam com ele, Sidnei aparece ao melhor nível, tanto nos lances defensivos como a aparecer na área adversária. Uma boa dor de cabeça que vai dar a JJ na escolha dos centrais.

Eliseu: Fantástico. Foi chegar, ver e jogar. Com Gaitán quase sempre no meio, o corredor esquerdo foi todo dele. E que bem que ocupou o espaço. Apareceu bem no ataque, dando profundidade e largura que é o que se pede aos laterais neste estilo de jogo de JJ. Defensivamente não teve oportunidade de se mostrar tanto mas quando apareceu, Fê-lo bem. Que disputa que vai ser entre ele e o Benito.

R. Amorim: Não falha. Traz experiência ao meio-campo. Funcionou bem com o Talisca, ambos a compensarem-se um ao outro. 

Talisca: Em termos de visão não fica nada atrás do nosso Enzo. Fez alguns passes a rasgar, apareceu bem à entrada da área e dispôs de uma grande oportunidade através do um pontapé muito potente. Funcionou bem com o Rúben. Quando este avançava, Talisca recuava e dava o que a equipa precisava: equilíbrio.

Gaitán: Com a dorsal 10, fez jus ao número e apareceu sempre mais a dar apoio aos avançados. Transportou bem o jogo, fez bons passes e assistiu com mestria Franco Jara para o 1º golo do jogo.

Salvio: Sempre muito compenetrado com o ataque. Traz outra velocidade e nunca desiste. Mais do mesmo.

Jara: Desta vez aproveitou bem a oportunidade. Foi sempre dos elementos mais irrequietos, criou lances e coroou a exibição com 1 golo.

Lima: Muito trabalhador, apareceu pouco em zonas de finalização.

Paulo Lopes: Não teve trabalho.

Luís Felipe: Algumas incursões pelo ataque. Defensivamente não teve muito a fazer.

Lindelöf: Sem trabalho, nunca comprometeu.

Benito: Começou a lateral esquerdo e acabou a central. Adaptação forçada devido à falta de centrais. 

João Cancelo: Começou a lateral direito e acabou a lateral esquerdo. Parece ganhar pontos a L. Felipe e parece estar mais próximo de ser alternativa a Maxi. Também joga bem na esquerda e a polivalência é algo que agrada JJ.

A. Almeida: Assumiu as tarefas de 6 e não vacilou. Deu segurança e permitiu que J. Teixeira se pudesse aventurar mais em terrenos mais avançados.

J. Teixeira: Se a 6 já se tinha exibido bem, hoje, a 8, exibiu-se a nível galáctico! Que exibição! Marcou, recuperou bolas, criou ocasiões, podia ter marcado mais, enfim! Trouxe outro ritmo ao meio-campo e foi um dos homens do jogo.

Ola John: Alguns rasgos de qualidade não chegam. Ainda não kostrou nesta pré.época todo o seu potencial e sei que pode fazer melhor.

Bebé: À semelhança do João, veio trazer outro ritmo! Com tão pouco tempo no clube e a maneira como jogou não engana! É craque. Desequilibrou muito, criou ocasiões, assistiu os colegas e apareceu em zonas de finalização quase marcando aos 81 min. Está no 2º golo do Benfica, pois é ele que faz o passe a rasgar para Derley, que depois assiste J. Teixeira. Tem facilidade de remate e é um jogador que não tem problemas em rematar de longe. Pode trazer algo que a equipa ainda não tem.

Derley: Assumiu um pouco o papel de Lima. Veio buscar jogo atrás e esteve bem. Apareceu em zonas de finalização, atirando uma bola ao poste. Fez a assistência para o golo de João Teixeira.

N. Oliveira: Quero muito que ele fique. Mexe muito com o ataque e estava em todo o lado! Podia ter marcado por 2 ou 3 vezes.

E é isto, os jogadores parecem estar a responder o que é muito bom.

Amanhã há mais e o jogo é frente ao At. Bilbao. novamente às 18h30 e novamente a ser transmitido na Benfica TV.

Valais Cup


A pré época continua e hoje e amanhã o Benfica vai disputar a Valais Cup, primeiro frente ao Sion e depois frente ao At. Bilbao.

O Benfica levou 28 jogadores para estes 2 jogos.
São eles:


Guarda-redes – Artur Moraes, Bruno Varela e Paulo Lopes;

Defesas – Maxi Pereira, Benito, Eliseu, César, Luís Felipe, Sidnei e João Cancelo;

Médios – Lindelöf, Salvio, Ruben Amorim, Bernardo Silva, João Teixeira, Gaitán, André Almeida, Ola John, Candeias, Ivan Cavaleiro, Talisca e Victor Andrade;

Avançados – Cardozo, Nélson Oliveira, Lima, Jara, Bebé e Derley.



Lamento nesta altura ainda não termos o nosso guarda-redes, que aparentemente vai ser titular, e ainda não termos o médio defensivo que vai ocupar um lugar no onze também. 

Assim, eis a minha equipa inicial para hoje:

Esta minha escolha é simples.

Na baliza escolho o Paulo Lopes, pois apesar de ele não vir a ter muitos minutos na próxima época, parece ter qualidade e tem jogado pouco.

No lado esquerdo, gostaria de experimentar o Eliseu, para ver o que é que ele consegue fazer. Para além disso, Benito precisa de descansar.

Ao centro da defesa, sem mais por onde escolher estão o César e o Sidnei. Tenho mesmo muita pena que nesta altura, Luisão e Lisandro ainda não possam jogar (eles que à partida serão a dupla de centrais titular).

À direita, o Luis Filipe porque ainda não consegui ver exactamente se é bom ou não.

J. Teixeira tem estado bem, e à falta de outro 6, joga ele, assim como Talisca, que tem sido dos melhores, deverá ocupar o posição 8.

Ola John também precisa de minutos para mostrar todo o seu potencial e acredito que poderá ser um jogador que nos dará muito! Precisa de jogar.
Salvio deverá jogar do lado direito.

Na frente de ataque escolhi Bebe e Nelson Oliveira.
Porquê? O Bebe, quero ver se corresponde às minhas expectativas e precisa de jogar para se enquadrar na nossa equipa.
Nelson Oliveira tem poucos minutos de jogo, mas é um jogador que me agrada muito e que acho que nos pode vir a ser uma mais valia. Precisa de jogar para mostrar o que vale.

No último jogo já deu para notar que a equipa está melhor, mais entrosada e assimilar os processos.

Mudaram um pouco os intervenientes, o jogo, esse, permanece o mesmo!


terça-feira, 29 de julho de 2014

Benfica: A época transacta e a nova época que está à porta

Antes de mais, gostava de pedir desculpa por já não escrever nada à tanto tempo.
Neste tempo de ausência falhei a conquista do triplete nacional e a roubalheira histórica que foi a final da Liga Europa.

Também, agora acho que já não vale a pena dizer mais nada sobre isso, dentro de nós, todos sabemos o que sentimos e isso é o que importa.

Vamos então debruçar-mo-nos sobre esta nova época.
É indiscutível a mudança que o nosso plantel sofreu. Jogadores muito importantes no sucesso que foi a temporada passada já saíram. 
Contudo, não concordo com os que dizem que é preciso um milagre para o Benfica conseguir revalidar o título de campeão nacional.
Ora vejamos. Na baliza saiu Oblak, um guarda-redes jovem que reuniu um consenso que há muito não havia na nossa baliza. Contudo, saiu por €16 milhões, uma verba muito boa para um guarda-redes e que até lhe deu entrada no top 10 dos guarda-redes mais caros da história. Além disso, o Benfica tem condições para encontrar outro guarda-redes igualmente bom. As escolhas parecem recair no guarda-redes argentino finalista do mundial do Brasil 2014 Romero. O Oblak foi, na minha opinião, bem vendido.
Na defesa perdemos Garay, talvez um dos melhores centrais do futebol actual. Os valores da sua venda deixam algum mistério... para mim, deve haver alguma cláusula na sua transferência, ou algo do género. Para o substituir, utilizaria o Lisandro. Que classe que ele tem. Para mim, é uma espécie de Garay mais novo.
No lado esquerdo, foi Siqueira. O Benfica não se decidia em comprá-lo por €7 milhões, decidiu-se ele em ir embora. Acho que podíamos muito bem ter dispensado a verba em causa para o manter. Para o seu lugar chegaram Benito e Eliseu ( e Djavan que já foi emprestado). Para mim, Benito tem mostrado serviço, acho que nos vai ser muito útil. Eliseu ainda não teve tempo para se mostrar, mas é um jogador que sempre apreciei, confesso.
No lado direito, Maxi Pereira fica e Sílvio também (este que de resto também poderá atuar no lado esquerdo defensivo) e chega Luis Filipe que parece ter muita qualidade pelo que já demonstrou. Cancelo também poderá ser opção. Sempre defendi que este poderá ser um
dos maiores craques do futuro do Benfica mas talvez ainda precise de amadurecer um pouco.
No meio-campo, tudo igual para já. à excepção de André Gomes que de resto já havia sido vendido em Janeiro. Nada de preocupante. Para mim se Enzo saísse, aí sim, era ora de soar o alarme mas se ficar, fico muito mais descansado. Não há razão para o vender agora. O Benfica já fez uma verba muito boa em vendas, não precisa de vender mais. Precisa sim de comprar um médio defensivo, que é a posição que para mim nós mais carecemos, pois recordo que Fejsa só regressa em Janeiro. Talisca, que pode ser 8 ou 6 parece até agora ser a melhor contratação. Já mostrou muita classe e sabedoria em pouco tempo!
Nos flancos, Salvio e Gaitan ficam, sai Markovic que era muito bom mesmo, mas esta posição é aquela em que estamos mais bem servidos por isso não me preocupa muito. Ola John tem muita classe e Bebe também poderá ocupar um dos flancos. Candeias também é outra opção disponível mas não sei sinceramente se arranjará espaço e Pizzi, na minha opinião podia ser uma aposta viável.
Na frente só sai Rodrigo que à semelhança de André Gomes também já tinha sido vendido e por um valor muito bom. Ficam Lima, Cardozo, Derley, Bebe que também pode aparecer no meio e Nelson Oliveira e Jara (que não sei se ficam no plantel).

Tirando conclusões, não me parece que tenhamos um plantel menos competitivo do que o da época passada. Temos sim um plantel um pouco renovado que precisa de criar rotinas e de ganhar entrosamento, o que já se notou neste último jogo frente ao Ajax, jogo que não merecíamos perder.

De resto, as derrotas nesta fase não me preocupam. Basta olhar para o ano transacto: pior pré-época de que me recordo e começo de época também e depois fizemos a época que fizemos!

Tenham calma, que o Benfica é uma máquina a receber as últimas afinações e o nosso JJ vai o por a cilindrar adversários rapidamente.

Tenham fé!

De resto, amanhã segue-se novo jogo de preparação frente ao Sion a contar para a Valais Cup. O jogo vai decorrer às 18h30 (em Portugal) e vai ser transmitido pela Benfica TV.