quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Portugal a renascer...


Já há muito, talvez desde o tempo do Scolari, que não via a nossa seleção a jogar assim: empenhada, pressionante, com posse de bola e sobretudo com muitas iniciativas de ataque.

E foi assim que se passou este jogo de Portugal e Espanha no qual goleámos a campeã mundial por 4-0!!!
Não venham cá falar em jogos particulares! Para mim foi um jogo igual a todos os outros.
Se nos tivéssemos apresentado assim no mundial... a história poderia ter sido diferente.
De qualquer maneira, acho que foi um bom jogo para a candidatura ibérica ao Mundial de 2018 e também para o Europeu de 2020.

Agora analisando o jogo:

Só porque demos show de bola não quer dizer que a Espanha se tenha apresentado fraca! Foi uma Espanha que também se apresentou forte com alguns períodos em que esteve por cima do jogo. Curtos mas também teve.
O mérito foi totalmente nosso. Com uma defesa da Espanha que não facilitava, conseguimos arrancar 4 golos!

Na 1ª parte, num lance em que Ronaldo racha tudo, faz um lindo chapéu a Casillas mas, como foi lá o Nani o árbitro entendeu que Nani estava fora de jogo pois pensava que tinha sido ele a finalizar mas não! A bola e o próprio Nani já estavam dentro da baliza! Duplo erro de arbitragem.
Mas Portugal não desistiu e, já ao cair do pano, numa jogada de contra-ataque haveria de surgir o tão merecido 1º golo! Este golo surgiu numa jogada de contra-ataque: Martins assiste Ronaldo, este remata para defesa de Casillas que não consegue segurar a bola sobrando esta para Carlos Martins que não desperdiça e concretiza.

Já na segunda parte, marcámos mais um logo no início com um passe de Moutinho que Hélder Postiga finaliza de calcanhar.
O jogo foi prosseguindo sem grandes oportunidades para a Espanha sem ser um remate muito perigoso de Fabregas. Tirando isso o jogo ia pertencendo a Portugal.
E eis que, numa boa jogada em que Portugal apanha a Espanha em contra-pé, Moutinho assiste Postiga que estava no limite de fora-de-jogo e este assim fazendo o 3º golo de Portugal, 2º da sua conta pessoal.
E, se isto já parecia um verdadeiro jogo de sonho, ainda viria a melhorar com um excelente passe em profundidade de Meireles para Hugo Almeida que na cara do guarda-redes não desperdiça.

Estava assim feito o resultado. Um resultado que se enquadra na qualidade de jogo mostrada!

Força Portugal! O povo está mais do que nunca contigo!

2 comentários: